quarta-feira, 26 de setembro de 2007

O cão e o Pato, Demência insólita

O Cardoso está realizando uma promoção meio demente, você deve escrever um conto sobre a foto abaixo e ganhar um pendrive de 1 Gb..., e ainda dizem que a demência só atingia seu ápice neste eufemístico blog.
Bom, vamos lá! Como sou um daqueles blogueiros medíocres que tem apenas 10 visitas por dia, nem preciso me preocupar com as críticas massivas que podem surgir para essa história.

O Cão e o Pato

Era uma tarde triste, Billy, o cachorro feliz, andava cabisbaixo, sua cadelinha fora assassinada por mais um daqueles humanos inescrupulosos que precisavam de carne para seus carrinhos de espeto, abatido pelo quadro político-econômico do país, Billy seguia pela estrada onde, outrora , rejubilava a vizinhança com os movimentos de sua cauda, até que avistou uma criatura estranha, a medida que ia se aproximando, Billy sentia que aquela pata trocava sugestivos olhares. Os flertes da ave pertubavam Billy que em um dilema canino não sabia se poderia amar de novo, a criatura foi se aproximando, aquelas penas, aqueles olhos, aquelas patas, o aroma que invadia seu focinho foi o estopim para que Billy se aproximasse e se posicionasse atrás da criatura Anseridae, e em movimentos frenéticos Billy redescobriu seu coração. Bem ali mesmo, naquela cidade, onde todos o ovacionaram, no crepúsculo do sol poente, Billy, o cachorro feliz ascendeu para um lugar melhor, numa tarde feliz.

6 comentários:

Fernando disse...

Caramba cara!!! To na parada atrás da pendrive!!! hehehe

Seu texto tbm tá mto bom! Parabéns! rsrsrs

[]s

Thera Fajyn disse...

Hei, não foi só eu que fugiu um pouco do usual por uma convocação do pai CArdoso, hehehe!

Carlos Fran disse...

hehe...
Eu esclareci o caso...
http://carlosphran.blogspot.com/2007/09/esclarecendo-o-caso-que-abalou.html

Linkei teu blog... ;)

Enio Luiz Vedovello disse...

Agora é aguardarmos o resultado da dura disputa, enquanto rolamos de rir com as pérolas publicadas.
E aumentamos as respectivas taxas de visitas...

Billy disse...

Au au, au au au.
Au au au au au au au au.
Au, au au au, au au au au au au au, au au au.
Auuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu

mazeloJava disse...

A que ponto chegamos... esse blog está condenado!