sábado, 2 de agosto de 2008

A Múmia 3 ou "como matar uma franquia"

Acabei de assistir a múmia 3 aqui em POA. Decepção total, não sei nem por onde começar... muito exagerado. A família O'Connel parece mais uma legião de super-heróis, vivem ressucitando e são conhecidos mundialmente. Os monstros são cada vez mais bizarros, tem até abomináveis homens das neves, o personagem de Jet Li manipula os elementos água, fogo, madeira, metal, plástico, esperma, durepox, super-bonder, enfim... devia surgir um pergaminho no filme explicando seus poderes com uma tabela periódica. Uma das coisas que acho estranho é que o imbecil do Jonathan acompanha a equipe mais uma vez na jornada sem motivo algum a não ser sua ganância, apesar de não precisar pois já é dono da boate "Imohteps" que ele montou provavelmente com o diamante gigante de "Ahm Shere", mas se o cara é realmente ganancioso PORQUÊ DIABOS NÃO FICOU COM O LIVRO DOS MORTOS? Ele poderia ressucitar, sei lá..., a Dercy! E cobrar uma grana! O doutor Henry Jones teria no mínimo levado para algum museu para que o governo pudesse confiscar e pôr no galpão 51.
Eu preciso de spoilers para transmitir minha indignação com o filme. Não tem Medjais. Desta vez quem volta a vida é o Rick. Existem uma maldita adaga que mata o ser sobrenatural e poderoso (hmm.... de onde eles tiraram isso?). Das profundezas surge o exército de Anúb...ops, do imperador Han. O filho de Rick O' Connel se envolve com uma chinesinha (como minha mulher vai ler este post, não vou entrar em detalhes sobre a beleza da mesma) que é filha da mulher que amaldiçou o imperador, ou seja, ela tem mais de 2000 de idade! Inclusive no filme Alex solta uma piadinha infame sobre "mulheres mais velhas". Ela deveria ser super inteligente, deprimida, sei lá... mas parece uma menininha tosca da malhação. Ela vive com a mãe em uma montanha no Himalaia onde fica a fonte da juventude (utilizada para ressucitar O'Connel e que ELES NÃO BOTAM NUMA MALDITA GARRAFA PARA EMERGÊNCIAS, COMERCIALIZAÇÃO, ANÁLISE..). A sua mãe morre, tem uma choradeira e no final do filme ela dança feliz com o Alex, foda-se a mãe dela.

Tinham mais mazelas mas não me recordo, aliás, nem quero lembrar que assiti esse filme...
Com certeza a Rachel Weisz deu uma folheada no roteiro e jogo no lixo.

Merda de cidade fria pra C#@45$%, P&$# que P#$%...

2 comentários:

Enio Luiz Vedovello disse...

Ainda não assisti. Mas agora entendi porque eu não vi a Rachel Weisz no trailler. Achei que era só o cachê muito alto...

A verdade é que tem continuações que nunca deveriam ser feitas...

Cidade Matriarca disse...

putz, o que posso dizer, o ator principal Brendam deve estar na pindaiba para aceitar este papel assim sem pedir algumas mudanças, sei lá e a Rachel, leu, deve ter visto que daria m.... e saiu fora, e os yétis os abominaveis homens das neves que aparecem e somem do nada no filme, eu gostei muito mais da interpretação do homem das neves que o saudoso Ramon Valdez interpretou no Chapolin, he, he.